Tags

resumo da tmj 21


Alguns anos atrás, Marina e sua mãe, Alice, estão sentadas em uma árvore lendo o livro de Alice no País das Maravilhas. Marina se divertindo com a história diz que adora o livro e pede para desenhar uma coisa nele. A mãe um pouco desconfiada pergunta o que a menina irá fazer nele e Marina responde que irá fazer uma porta, para que desta maneira ela possa visitar o País das Maravilhas. Alice diz que ela poderá visitar o País das Maravilhas quando quiser, é só usar a sua imaginação ou um lápis mágico diz o pai de Marina, o Maurício. Ele convida sua esposa para jantar e ele pergunta a Marina se ela gostou do lápis como presente e ela responde que sim. Enquanto isso alguns espiões observam a família. Na verdade são cartas falantes, soldados da rainha, tentando descobrir onde está a Alice. Eles acabam confundindo a mãe da Marina com a verdadeira e decidem avisar a rainha que a encontraram. Eles percebem que a família está indo embora em um carro e correm atrás dele chamando a Alice.


Voltando ao tempo presente, Marina se despede da mãe, que pergunta se ela já vai embora. Ela dá um beijo na mãe e vai embora com Franja. No caminho Franja comenta que Marina é muito apegada com o livro que a mãe deu para ela. Ela diz que está relendo o livro e lembrando dos velhos tempos. Bidu chega correndo e Franja pega ele no colo. Bidu aproveita, mas Marina lembra que está tard, então ele larga Bidu no chão e eles começam a correr.

Perto dali, Mônica aproveita e voa pelo céu. Na verdade Ângelo, a segura por cordas para levá-la até o Morro da Coruja. Ela pergunta o que eles irão fazer lá e ele responde que é surpresa. Eles chegam e eles realmente tem uma surpresa. A galera ia fazer uma festa surpresa para Mônica, mas não havia ninguém ali, só os comes e bebes. Mônica e Ângelo se chocam ao encontrar um coelho branco que fala. Mônica abraça o coelho e acha que é uma surpresa para ela. Ângelo diz que ele não era o presente e Mônica estranha. O coelho conta que chegou aqui através do portal mágico. Mônica pergunta onde era este portal e o coelho mostra que é no livro. Ela vê que o livro é sobre Alice no País das Maravilhas. Mônica se irrita e começa a brigar com o coelho e Ângelo pede que as duas criaturas dentuças parem de brigar. Ele diz que o dentuço é o esquilo, que joga uma pedra nele. Mônica pede para o coelho explicar o que o livro tem a ver com o sumiço da turma. Ele diz que não se sabe se é mágico, mas tem uma porta mágica nele. Mônica diz que Marina usou seu lápis mágico e Ângelo diz que é hora do C.S.I (Celestial Sistema Investigativo). O Coelho explica que depois de sete anos a rainha mandou seus espiões atrás de Alice, porque ela figiu do julgamento e os espiões encontraram uma Alice morena e oriental, que acabaram confundindo com a mãe da Marina. Os espiões avisaram a Rainha, mas ela estava ocupada jogando xadrez e então no fim da partida mandou buscar a filha da Alice. Mônica pergunta sobre o resto da Turma e ele diz que ao pegarem a filha da Alice, levaram toda a turma junto com ela para o País das Maravilhas. Agora só quem souber identificar os personagens e dizer seus nomes corretos os libertarão. Mônica diz que tem que salvar seus amigos mas o coelho diz que só Alice poderá salvar a menina. Mônica diz que então agora ela se chamará Alice, e Ângelo diz que melhor ainda, ela se chamará Monicalice. Ela diz que ele não é muito bom para criar os nomes. O coelho apressa Mônica dizendo que o julgamento começará as duas horas, então eles partem. O coelho diz que antes de entrar no livro, Mônica tem que mudar seu visual moderninho demais, ele coloca um vestido em Mônica e finalmente eles entram no Portal do Livro.

Mônica e o Coelho Branco começam a cair. Se passa algum tempo e Mônica pergunta se não está demorando demais. Eles enquanto descem entram no e-mail e assistem a Terceira Divisão do Futebol. Eles finalmente chegam. O coelho caí encima da Mônica e diz que caiu sobre o fofo. Eles se apressam e saem correndo, até chegar na portinha mágica. Mônica é muito grande e diz que não tem como passar por aí. O coelho dá o frasco com o líquido e pede para Mônica ler o cartão escrito "Beba-me e fique baixinha". Ela lê e fica furiosa, então finalmente ela toma e fica baixinha. Então eles entram no País das Maravilhas e Mônica pergunta se há algum antídoto. Ele dá um para ela que toma e vira um macaco dentuço e de vestido. O coelho dá o antídoto certo para ela que volta a ser baixinha. Ela chora e inunda o local. Então, o coelho sobe em um cogumelo e rema com ela até chegar a uma ilha com um Dodô, um Papagaio e um Pato. Mônica ao chegar lá volta a sua forma normal. Ela desconfia dos animais e adivinha que Franja era o Dodô, Titi era o Papagaio e o Xaveco era o Pato. Eles então voltam ao normal e são devolvidos ao mundo real no Morro da Coruja. Onde eles encontram Ângelo e Benevides, a velha coruja com quem Ângelo voava algumas vezes.

Enquanto isso, Mônica e o coelho procuravam o caminho para o castelo consultando o GPSN, mas ele não estava funcionando. Mônica avista quatro pessoas e tem a ideia de parar e pedir informações. Então ela e uma menina perguntam aonde é o castelo. Mônica encontra o pessoal do Mágico de Zóz e o coelho mostra o caminho para eles. Então Mônica avista uma lanchonete, a Lanchonete da Lagarta e vai para lá pedir informação. Ela encontra a dona Lagarta que Mostra o cardápio para eles, só com coisas naturais verdes. Mônica desconfia e diz que a Lagarta era Magali, que volta a sua forma original. Elas se abraçam e o coelho diz que ela tem que voltar para o Morro da Coruja. Mônica diz para Magali ficar e o coelho veste a Magali como uma lagarta. O coelho explica a história para Magali enquanto eles correm e Mônica avista uma casa e vai parar para pedir informação. É a casa da Duquesa. Ela é muito feia e Mônica se assusta. Mônica pede uma xícara de açúcar para disfarçar e a Duquesa vai pegar. Ela ouve um barulho de porco e vê um e associa ele com Cascão. Só que Mônica vê ele tomando banho e a Duquesa explica que ele toma banho de sais todos os dias. Mônica desconfia das palavras que a Duquesa usa e ela descobre que é a Denise, que surta e culpa Mônica por estar feia. Mônica vai até o coelho e a Magali que mandam a Denise para o mundo real. No meio do caminho eles encontram um Gato Risonho. Mônica desconfia do bichinho e pensa quem pode ser o gato da Turma. Ela só pensa no Cebola e o Gato pergunta quem ele é. Mônica pergunta para o Gato onde é o Castelo e ele foge. Magali atrai o Gato e Mônica captura ele. Eles conversam e o Gato usa o atalho dele pela sua Bola de Cristal. Mas antes de usar o atalho ele cobra 30 paus para Mônica que surta. O coelho diz que vai até o caixa eletrônico pegar o dinheiro para pagar. Mônica desconfia que o gato seja o Cebola mas tem medo de arriscar, pois se ela disser o nome errado da pessoa, ela voltaria todo o caminho novamente, começando do início. Eles pegam o dinheiro e pagam o Gato, que se começa a lamber e diz que não é chegado a banho com água. Mônica na hora descobre que ele é o Cascão que volta a forma real. O coelho coloca uma roupa de gato no Cascão que se irrita com a roupa. Magali acha que ele está fofinho e Mônica comenta que ela está muito assanhada. Mônica brava vira para o coelho que com medo foge e a turma começa a segui-lo. O coelho entra no mato e o Chapeleiro Maluco aparece assustando todos. Ele convida todos para um chá que entram na sua chícara gigante e descem uma cachoeira enquanto todos gritam. Continua...
creditos http://tmjfansblog.blogspot.com/

2 comentários:

Tamis disse...

Oi!Sou do Blog http://mixtmj.blogspot.com/
e estou precisando de parceria.

Visite e comente:
http://mixtmj.blogspot.com/

ta bom vo la

Blogger Template by Clairvo